segunda-feira, 25 de março de 2013

Quando não conseguimos parar de ler

"A vida era mesmo uma folha de papel, vulnerável, à mercê de qualquer advento mais ou menos quezilento, que a faria esfumar-se como se nunca tivesse existido."
'A Filha do Papa', Luís Miguel Rocha

... e ao mesmo tempo temos de ir fazendo pausas, para assimilar o que vamos lendo.
Estou colada ao livro :)


0 comentários:

Enviar um comentário